Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \29\UTC 2008

Expondo alguns quadros

img_3810.jpg

Essa tela eu pintei em fevereiro de 2008

a fotografia está um pouco ruim, mas dá pra entender.

Paisagem rural européia, uma releitura da tela: “Moinho d’água”

Nomeei de: “Casa do Henrique”

Em homenagem ao meu pequeno fã, Henrique, que me acompanhou com muita ansiedade o processo da pintura.

Anúncios

Read Full Post »

Clarice Lispector

“A harmonia secreta da desarmonia: quero não o que está feito mas o que tortuosamente ainda se faz. Minhas desequilibradas palavras são o luxo de meu silêncio. Escrevo por acrobáticas aéreas piruetas – escrevo por profundamente querer falar. Embora escrever só esteja me dando a grande medida do silêncio.”

Read Full Post »

“Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma. Até cortar os defeitos pode ser perigoso – nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro…há certos momentos em que o primeiro dever a realizar é em relação a si mesmo. Quase quatro anos me transformaram muito. Do momento em que me resignei, perdi toda a vivacidade e todo interesse pelas coisas. Você já viu como um touro castrado se transforma em boi. Assim fiquei eu…Para me adaptar ao que era inadaptável, para vencer minhas repulsas e meus sonhos, tive que cortar meus grilhões – cortei em mim a forma que poderia fazer mal aos outros e a mim. E com isso cortei também a minha força. Ouça: respeite mesmo o que é ruim em você – respeite sobretudo o que imagina que é ruim em você – não copie uma pessoa ideal, copie você mesma – é esse seu único meio de viver. Juro por Deus que, se houvesse um céu, uma pessoa que se sacrificou por covardia ia ser punida e iria para um inferno qualquer. Se é que uma vida morna não é ser punida por essa mesma mornidão. Pegue para você o que lhe pertence, e o que lhe pertence é tudo o que sua vida exige. Parece uma vida amoral. Mas o que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma. Gostaria mesmo que você me visse e assistisse minha vida sem eu saber. Ver o que pode suceder quando se pactua com a comodidade da alma”

Read Full Post »

Abertura à mais nova categoria

Oras, um pouquinho mais de CULTURA nesse blog.

Pois é, estou abrindo aqui uma categoria que particularmente me orgulho muito.

E acreditem, está sendo muito difícil escrever esse post.

Ainda não demonstrei por aqui a minha paixão pela arte, embora tenha muitos rascunhos que nunca cheguei a postar, não posso deixar essa parte admiravelmente sensível da  minha vida pessoal de fora desse espaço internetês.

sim, sou assumidamente amante da arte, mais ainda da pintura.

Acreditam que o primeiro livro que eu comprei foi “A história da arte para crianças”? Eu tinha oito anos e já estava perdidamente presa na teia sedutora das imagens. E também da história delas.

Nessa época eu comecei a cursar pintura e ler livros e mais livros sobre arte; Até que então já era… SOU UMA FÃ DESSA GRAÇA HUMANA!

E então como vítima dessa necessidade extremamente cultural de se expressar, eu me *derramo* na minha arte.

Não que ela seja uma coisa davinciniana, mas é preciso ser suficientemente culto para entender que toda arte é bela.

E então eu deixo um trecho de Oscar Wilde, do qual sou também uma grande fã, sabe nesse trecho, ele diZ TUDO!

“O artista é o criador de coisas belas.
Revelar a arte e ocultar o artista é a finalidade da arte.
O crítico é aquele que pode traduzir, de um modo diferente ou por um novo processo, a sua impressão das coisas belas.
A mais elevada, como a mais baixa, das formas de crítica é uma espécie de autobiografia.
Os que em encontram significações feias em coisas belas são corruptos sem ser encantadores. Isto é um defeito.
Os que encontram belas significações em coisas belas são cultos. Para estes há esperança.
Existem os eleitos, para os quais as coisas belas significam unicamente Beleza.
Um livro não é, de modo algum, moral ou imoral. Os livros são bem ou mal escritos. Eis tudo.
A aversão do século XIX ao Realismo é a cólera de Calibã por ver seu rosto num espelho. A aversão do século XIX ao Romantismo é a cólera de Calibã por não ver o seu próprio num espelho.
A vida moral do homem faz parte do tema para o artista, as a moralidade da arte consiste no uso perfeito de um meio imperfeito.
O artista nada deseja provar. Até as coisas verdadeiras podem ser provadas.
Nenhum artista tem simpatias éticas. A simpatia ética num artista constitui um maneirismo de estilo imperdoável.
O artista jamais é mórbido. O artista tudo pode exprimir.
Pensamento e linguagem são para o artista instrumentos de uma arte.Vício e virtude são para o artista matérias para uma arte.
Do ponto de vista da forma, o modelo de todas as artes é a do músico. Do ponto de vista do sentimento, é a profissão do ator.
Toda arte é, ao mesmo tempo, superfície e símbolo.
Os que buscam sob a superfície fazem-no por seu próprio risco. Os que procuram decifrar o símbolo correm também seu próprio risco.
A divergência de opiniões sobre uma obra de arte indica que a obra é nova, complexa e vital.Quando os críticos divergem, o artista está de acordo consigo mesmo.
Podemos perdoar a um homem por haver feito uma coisa útil, contanto que não a admire. A única desculpa de haver feito uma coisa inútil é admirá-la intensamente.
Toda arte é completamente inútil.”
O Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde

E eu não preciso dizer mais nada aqui?

Wilde, vc foi o CARA!

ADIOS

Read Full Post »

Amanhã é meu niver

Parabéns pra mim, que eu tenha muita saúde, que eu não só fique mais velha, mas que eu também amadureça; que eu me torne uma pessoa mais controlada e racional; que meu futuro não caia no vão; que eu não me drogue (mãngol); que eu seja feliz; que eu tenha mais sorte nesse mundo desalmado; enfim, rezo pela minha felicidade.

Estou completando mais um ano de existência, que valha a pena completar mais outros anos.

Pensando bem, eu gostaria de me lembrar do exato momento de minha existência, mas não entra na minha cabeça, porque é muito estranho tentar encontrar minha memória mais antiga.

Seria possível existir por algum canto remoto desse mundo, alguém capaz de lembrar de quando ainda era um espermatozóide, ou um cromossomo?

Engraçado. Engraçado seria ouvir a narrativa da pessoa contando sua aventura pelo útero. Falando dos nados desnorteados da cobrinha reprodutora pelo sistema feminino.

Queria poder me virar ao avesso e entender meu corpo. Queria abrir meu cérebro e ver um pensamento.

Ou quem sabe, apenas entender os sonhos já seria um bom começo pra desvendar o mistério da vida.

Vou morrer deixando pra trás um mar de ignorâncias.

Mas estou bem, estou bem sem saber pq diabos Deus fez um universo ifinito.

E então, parabéns de novo pra mim, porque sou sortudamente bem sucedida ao ser sorteada pra participar dessa aventura chamada vida. E então hoje estou comemorando mais um ano. 

16 anos.

– palmas, assoprando a velinha, fogos de artifícios e sorrisos-

Agora estão liberados pra pegar os docinhos da mesa de bolo.

Read Full Post »

cantando.jpg” Cantar não é apenas uma das formas de expressão mais antigas do ser humano, mas também pode curar muitos males, garantem cada vez mais médicos, que recomendam a prática do canto com regularidade, embora os estudos sobre seus efeitos benéficos do canto sejam recentes.

Até pouco tempo atrás, não existiam estudos científicos a respeito do assunto, mas resultados de pesquisas recentes confirmam inclusive que cantar deveria ser receitado pelos médicos, afirma a doutora Gertraud Berka-Schmid, psicoterapeuta e professora da Universidade de Música e Artes de Viena.

Cantar é a respiração estruturada”, afirma a médica, explicando o efeito fisiológico da respiração abdominal – a mais profunda -, que prevalece quando se canta e que se transforma em massagem para o intestino e em alívio para o coração.

Além disso, garante a doutora, essa respiração fornece ar adicional aos alvéolos pulmonares, impulsiona a circulação sanguínea e pode melhorar a concentração e a memória.

Na opinião da especialista, cantar é um ótimo remédio para os males específicos do nosso tempo, porque equilibra o sistema neurovegetativo e reforça a atividade dos nervos parassimpáticos, responsáveis pelo relaxamento do corpo.

Cantar gera harmonia psíquica e reforça o sistema imunológico, importantes frente a problemas tão freqüentes hoje em dia, como os transtornos do sono, as doenças circulatórias e a síndrome de burnout – a exaustão emocional.”

Eu já deveria ter começado a me soltar há muito tempo!

saiuasuashhuasuhasuhasuhashashusa

Mas essa minha voz me decepciona! Sou capaz de espantar mosquito e quebrar copos. Além de nunca ter conseguido cantar uma música inteira, SEMPRE erro algum detalhe idiota da letra!

Então essa de cantar… tou fora.

Só que de vez em quando no banheiro dá pra perdoar, né?

A platéia de sabonetes e shampoos não reclamam, então tá tudo bem!

Read Full Post »

O Guarani

o-guarani.jpgAutor: José de Alencar

Devo primordialmente prevenir meus visitantes que quando tive a intenção de ler essa obra de José de Alencar não estava muito empolgada.

É um trabalho da escola, a leitura ficou parecendo forçada, me obriguei a ler esse livro, não gosto disso! Eu tenho Cem anos de Solidão pra ler, então por sua vez O Guarani atrasa a minha vida.

Mas não é que a história é boa?

Muito boa mesma, a leitura vai ficando cada vez melhor!

É a história do índio Peri que tem uma adoração pela inocente Cecília, uma branca filha do fidalgo D. Antônio de Mariz, a quem Peri tem como um grande amigo.

É linda a narrativa romântica de José de Alencar, que não fica cansativa e sempre mostrando o lado belo da natureza. Um livro, aliás, completamente patriótico. Onde o índio é o herói.

Mas confessarei uma coisa, não tive lá muita simpatia pela Ceci, ela é um pouco bobinha. Está sempre sendo mimada e protegida. TODOS NO LIVRO QUEREM PROTEGÊ-LA.

Exceto claro, o Loredano. Um ex-frade que abandonou o clérico para saciar sua ambição por riquezas materiais. E então esse homem coloca em risco a vida de Ceci. Que do nada aparece com a insinuação de desejos sexuais, ou obsessão pela menina. Afinal, Ceci é linda!

Mas não só ele, os Aimorés também. Porque resolvem atacar a pacífica morada de D. Antônio de Mariz.

É ai que entra nosso herói Peri, para defender sua senhora.

Existem outros personagens de muita importância, como Alvaro e Isabel que dão muita sensibilidade a palavra amor na história.

É um livro baseado na honra, na dignidade e no heroísmo.

Vale a pena ler!

Read Full Post »

Older Posts »